[Cobertura] Epica: turnê comemorativa de Design Your Universe agita São Paulo

Nenhum comentário

Epica
Tropical Butantã
São Paulo/SP
26 de outubro de 2019

por Arianne Cordeiro

No último sábado (26), os holandeses do Epica retornaram mais uma vez aos palcos brasileiros. A banda, que vem com muita frequência para o país, trouxe desta vez a turnê comemorativa do álbum Design Your Universe, que completa 10 anos em 2019.

Pontualmente às 20h30, a apresentação foi iniciada por Samadhi, faixa de abertura do referido disco. Os integrantes foram entrando aos poucos no palco para executar na sequência Resign To Surrender (A New Age Dawns, pt. 4), Unleashed e Martyr of the Free Word. Na terceira música, um fã jogou ao palco a bandeira do movimento LGBTQI+, a qual foi levantada e colocada nos ombros pela vocalista, Simone Simons, o que gerou uma comoção muito grande por parte do público, já que grande parte dos fãs do Epica é composta por essa comunidade.

Mark e Simone (foto: Arianne Cordeiro)

No setlist, a banda executou o DYU praticamente na íntegra, exceto por White Waters, dueto com Tony Kakko (Sonata Arctica), que foi tocada apenas em instrumental no final do show. As faixas Desconstruct e Semblance of Liberty foram mescladas em uma só, de uma maneira um tanto confusa, porém não tirando o brilho do restante da apresentação. Isaac, Simone e Coen chegaram, aliás, a arriscar um pouco de Português. A ruiva várias vezes perguntou ao público: “Mais uma?” – levando todos ao delírio. O repertório contou ainda com algumas faixas especialmente escolhidas para essa turnê: Quietus, que não era tocada ao vivo pelo sexteto há muito tempo, e In All Conscience, faixa bônus do álbum The Quantum Enigma que tem sido executada pela primeira vez em 2019 nos shows comemorativos.

Epica (foto: Arianne Cordeiro)

Não poderiam faltar, é claro, as faixas clássicas e características da banda: Cry For the Moon, Sancta Terra e Consign to Oblivion, que tradicionalmente encerra o show. Beyond the Matrix também já virou uma espécie de clássico no repertório, sendo usada para descontrair o público, que é convidado a pular em seu refrão. Um dos pontos mais altos do show foi, sem dúvidas, a faixa Tides of Time. Enquanto Simone e Coen a executavam, a maior parte do público se emocionava, já que a música carrega um cunho emocional muito grande. Nela, aliás, é possível perceber a evolução vocal de Simons, que a consegue executar com muito mais precisão ao vivo agora do que há 10 anos. Mais um ponto positivo para a vocalista, que cada vez mais ganha destaque no Heavy Metal mundial.

Repertório do show, sem as músicas do bis.

Este foi meu quarto show do Epica, sendo que meu primeiro foi justamente o de 2010, na turnê original de Design Your Universe. Foi uma experiência muito emocionante poder presenciar esta turnê pois, além de perceber a evolução da própria banda, consigo ver o quanto eu mesma amadureci de lá para cá, tendo como trilha sonora de vida as músicas deste grupo. Fico muito agradecida pela oportunidade de ver mais uma vez uma das minhas bandas favoritas e espero poder vê-los tantas outras vezes quanto possível daqui para frente. Obrigada por tudo, Epica!

REPERTORIO
Resign to Surrender
Unleashed
Martyr of the Free Word
Our Destiny
Kingdom of Heaven
Quietus
In All Conscience
The Price of Freedom
Burn to a Cinder
Tides of Time
Deconstruct / Semblance of Liberty
Cry for the Moon
Design Your Universe

Sancta Terra
Beyond the Matrix
Consign to Oblivion

Foto da capa: Bruno Zuppone (@bzuppone) / Reprodução Facebook da banda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s