Tim ‘Ripper’ Owens faz show que celebra seus anos no Judas Priest

Nenhum comentário

O vocalista Tim ‘Ripper’ Owens passou por grandes nomes como Yngwie Malmsteen e Iced Earth, com os quais gravou dois discos de estúdio. Porém foi em outro grupo que ele despontou no cenário Heavy Metal: em meados dos anos 90, ele foi convocado para ser o frontman do Judas Priest, no lugar do Metal God Rob Halford, que na época resolveu se aventurar por outros caminhos musicais.

E foi no Judas Priest que ele se consolidou como um cantor de primeira qualidade. Então, nada mais justo que fazer uma turnê celebrando seus tempos de ouro no Judas Priest – em 2017 completam-se 20 anos de seu primeiro disco com os caras, Jugulator. Esta é a segunda parte do giro que passou pelo Brasil no primeiro semestre, e retorna devido ao seu grande sucesso. Em Curitiba, ‘Ripper’ se apresenta novamente no palco do Jokers, dia 03 de outubro, a partir das 19 horas.

Duas bandas farão a abertura: os locais do Jailor, veterana banda de Thrash Metal, e o Dominus Praelii, grande nome nacional do Heavy Metal, que promete um repertório que vai revisitar todos os seus discos. Os ingressos custam a partir de 55 reais, e poderão ser comprados diretamente na bilheteria, na hora; também na Dr. Rock, Let’s Rock e Túnel do Rock, além da Hand & Made do Shopping Palladium. O show é uma realização Curitiba Underground e Open the Road Agency.

História
No Judas Priest, Tim Owens ganhou alcunha ‘Ripper’ naquela época por sua performance dilacerante no homônimo clássico da banda britânica. Por lá ele gravou também dois discos de estúdio, e deixou dois registros ao vivo onde sua performance foi o foco das atenções. O então garoto atingia agudos até mais altos que seu antecessor, e conseguia imprimir uma brutalidade desconcertante com seus vocais mais guturais. Depois de sair do grupo britânico, ele cantou no Iced Earth, com Yngwie Malmsteen, e gravou um disco solo e outro com a banda Beyond Fear. Seus melhores momentos estão, entretanto, com o supergrupo Charred Walls of the Damned, onde gravo três álbuns ao lado de monstros como Richard Christy (Death/Control Denied/Iced Earth) e Steve DiGiorgio (Death/Testament, entre inúmeras outras).

Repertório
O setlist a ser apresentado é focado no álbum Jugulator, de 1997. O trabalho mais pesado do Judas Priest terá seis de suas dez música tocadas – e chegue no horário, já que a avassaladora faixa título vai abrir o show. O sucessor, Demolition (2001) deve contar com três faixas, como a belíssima balada “Lost and Found” e “One on One”. Clássicos do passado, registrados com Rob Halford, também serão lembrados: “Electric Eye”, “Grinder”, “Hell Bent for Leather” e “Painkiller” devem se fazer presentes. A música que deu o apelido ao cantor, “The Ripper”, também se fará presente.

SERVIÇO
Tim ‘Ripper’ Owens em Curitiba tocando Judas Priest
Abertura: Jailor e Dominus Praelii
Local: Jokers Pub
Endereço: Rua São Francisco, 164
Horário: 20h
Ingressos: a partir de R$ 55 (estarão disponíveis também na hora do show)
Online: www.eventbrite.com.br/e/tim-ripper-owens-dominus-praeliijailor-em-curitiba-tickets-37189558972
Evento no Facebook: www.facebook.com/events/515732755436832

foto: Naki/Redferns (Getty Images)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s