[Resenha] Canábicos – Intenso

um comentário

Canábicos – Intenso
(CD  – 2017)
Material enviado por Som do Darma

por Clovis Roman

Intenso é o trabalho incessante dessa banda mineira. Afinal, este já é o quarto registro de estúdio dos caras em pouco mais de cindo anos de estrada. O Canábicos sugere com seu nome algo mais psicodélico ou relax. Mas na verdade seu som é um Rock and Roll bem bacana, cadenciado, enérgico e intenso. Em meia hora de álbum, tudo soa importante, cada elemento tem seu lugar, nada está fora de propósito, nada parece ter sido utilizado para preencher espaços vazios.

O grupo é formado por André Clandestino (vocais), MM (baixo) e Mestre Mustafá (bateria), além de Murcego González (guitarra), que também toca em outra grande banda, o Uganga. São músicos que trabalham suas habilidades para fazer um som que vive por si só; que soa como uma unidade forte, com tudo entrelaçado, harmonioso.

A faixa de abertura, “Planeta Estranho”, tem uns dos melhores riffs de guitarra ouvidos aqui na redação este ano. É um som que soa como clássico do Rock and Roll. As letras em português são vocalizadas de maneira áspera por Clandestino, que mostra dominar suas características vocais. Suas intervenções líricas casam com a espontaneidade instrumental, que conta com cozinha simples e solos alucinados. Só ela já valeria todo o play, mas Intenso tem ainda outras sete composições de alto calibre. Como “Fora da Lei”, a seguinte na playlist. Esta tem um ar mais contido, mas a letra é envolvente e convidativa. Basta um par de audições para começar a cantar junto. Outro excelente momento.

Curiosamente, a faixa título não é tão intensa, o que não significa – de maneira alguma – que seja menos melhor. O seu ar denso, com percussão e efeitos psicodélicos, casa bem com gritos viscerais: daria um bom single, até mesmo pela sua duração, apenas 2 minutos e 37 segundos. Seis segundos mais extensa, ‘Não Faz Sentido” faz todo o sentido como quarta faixa, após um momento mais lerdo; ela é cadenciada, com linhas vocais simplesmente cativantes, como se fosse um resumo do todo ouvido até então.

O ‘lado b’ de Intenso mostra sons maiores, como ” Lei do Cão” e seus cinco minutos. O som mantém as diretrizes sonoras e mostrando outro refrão acachapante; sua pegada meio Led Zeppelin é ótima. A música mais ouvida do disco na plataforma digital Deezer é “Viagem Espacial”, bastante acessível, com um letra meio viajada (com o perdão do trocadilho). Dando sequência ao álbum, já apontando para seu sim, a básica “Rotina” vem abrindo espaço para a grande “Eu Não Sei o Que Vai Ser de Mim”, com seus quase oito minutos de duração. Intenso é intenso do começo ao fim. Não tem erro, é Rock and Roll puro.

MÚSICAS
1 – Planeta Estranho
2 – Fora da Lei
3 – Intenso
4 – Não Faz Sentido
5 – Lei do Cão
6 – Viagem Espacial
7 – Rotina
8 – Eu Não Sei o Que Vai Ser de Mim

Contatos: www.facebook.com/oscanabicos

foto: Divulgação/Maurício Souza

1 comentário em “[Resenha] Canábicos – Intenso”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s