[Resenha] Perfect Plan: O primor do hard rock oitentista

Nenhum comentário

Perfect Plan – Time For A Miracle
(Nacional/Shinigami Records)

Por Clovis Roman

A qualidade abundante desde álbum não é, de maneira alguma, um milagre. Afinal, o Perfect Plan é uma reunião de músicos excelentes. O som conta com diversas influências, que convergem em um AOR/Melodic Rock primoroso e cativante. Vale citar que o guitarrista Rolf Nordström e o tecladista Leif Ehlin tocam em um Europe cover. Tá aí outra fonte do bom gosto do quinteto sueco. A formação é completada com o vocalista Kent Hilli, o baterista Fredrik Forsberg e o baixista Mats Byström, estreando em estúdio com o conjunto.

Em comunicado oficial, Hilli declarou: “É um álbum diversificado, contém uma variedade de músicas entre o AOR clássico, blues, baladas e estilos um pouco mais complexos. Todas com fortes melodias, ganchos e arranjos”. E é bem por aí mesmo. A letra da faixa título, que abre o trabalho, pinta um cenário de guerra e tensão, entretanto o som é um Hard Rock/AOR de responsa, com refrões ganchudos e bom gosto em profusão. O riff principal é marcante. Bebendo na fonte do Whitesnake, principalmente nos versos e no vocal, “Better Walk Alone” versa sobre um amor que funcionava melhor no plano carnal. Outro refrão glorioso.

A mais afável “Heart to Stone” abre espaço para a emotiva e indefectível balada “Fighting To Win”, que ao mesmo tempo que remete ao Hard Rock dos anos 1980, não soa datada, graças também à produção cristalina. Um meio termo entre as duas anteriores, com riffs rock and roll, “Every Time We Cry” é cadenciada, com um pré-refrão com primorosos e singelos vocais de apoio, que surgem discretos também no refrão. Mesmo com tantas referências, o som deste álbum é daqueles que você não fica procurando explicação, apenas se entrega. Numa segunda audição você já está balbuciando diversas melodias.

Afinal, diamantes lapidados com esmero como “What About Love” (excelente solo), o rockão “Nobody’s Fool” e a guiada pelos teclados “Living on the Run” são preciosas demais para apreciar de outra maneira. Com ares natalinos no riff inicial, “Just One Wish” é uma semi-balada espetacular, com linhas vocais memoráveis. Mantendo o nível no nível máximo, “Don’t Blame it on Love Again” conta com linhas de baixo formidáveis e andamento moderado. O refrão é grude instantâneo, algo reforçado pelo timbre agradável e ao mesmo tempo poderoso de Kent Hilli. Com riffs mais pesados, “Give a Little Lovin” é mais empolgante, pela velocidade aplicada em determinadas partes, porém tudo com bom gosto e sem peso excessivo ou desnecessário. Fecha o play “Don’t Leave Me Here Alone”, apoteótica desde a primeira nota, sendo a segunda balada do disco.

O trabalho foi aclamado pela imprensa europeia, ganhando nota máxima em diversas resenhas. Os fãs do estilo também abraçaram com gosto o disquinho. São doze músicas, um número próximo do excessivo, mas como o material é coeso e sólido, não chega ao patamar do cansativo. Na verdade, o resultado final da audição deste disco é uma sensação de alegria, de bem estar. Duas baladas entre doze faixas foi outra decisão acertada, pois ambas são excelentes.

O título do trabalho alude aos tempos difíceis que o mundo vive. É tempo de um milagre, no caso, que as coisas voltem a ser como eram, e que possamos novamente sair de casa e ir para um show de rock. No momento, só podemos sonhar com isto e com uma vinda do quinteto ao Brasil.

É hard rock/AOR que bebeu na fonte do que o estilo tem de melhor, emergindo nomes como Foreigner, Survivor e algo do Journey, além das referências supracitadas. Tudo tem um baita bom gosto e é feito sob medida, sem exageros. Tudo é redondinho e palatável. É tão bom quanto o antecessor, e sugere que os fãs do estilo ainda vão ouvir muitas outras músicas tão boas vindas deles no futuro. Vai sem medo.

Compre: https://lojashinigamirecords.com.br/p-9478081-Perfect-Plan—Time-For-A-Miracle

Músicas:

  1. Time For A Miracle
  2. Better Walk Alone
  3. Heart To Stone
  4. Fighting To Win
  5. Everytime We Cry
  6. What About Love
  7. Nobody’s Fool
  8. Living On The Run
  9. Just One Wish
  10. Dont Blame It On Love Again
  11. Give A Little Lovin’
  12. Don’t Leave Me Here Alone

Informações: https://perfectplan.se

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s