Narnia estréia em solo brasileiro com show conciso – confira como foi a apresentação em Curitiba

Nenhum comentário

Narnia
Comunidade Gólgota
Curitiba/PR
23 de abril de 2017

texto e fotos por Clovis Roman

São vinte anos de história e de uma discografia em sua maioria consistente. Houve uma pausa nas atividades, após uma não bem sucedida formação com o cantor Germán Pascual. Este chegou a se apresentar no Brasil pouco tempo após a dissolução, cantando clássicos da banda, aqueles que ele não havia gravado. Justo ele que ficou só dois ano no grupo sueco.

Mas o Narnia nunca havia pisado em solo brasileiro. As expectativas dos fãs renasceram com a reformulação em 2014, contando com a volta do frontman original, Christian Rivel-Liljegren. Dois anos mais tarde saiu o autointitulado Narnia, e assim veio uma nova turnê, que finalmente, após duas décadas, trouxe a banda ao Brasil. Em Curitiba, eles tocaram no dia 23 de abril, na Comunidade Gólgota, um espaço evangélico que já foi palco de grupos importantes do Rock cristão como Whitecross e Antestor.

O lugar é grande considerando-se que é um espaço underground. O som estava bom, mas um tanto baixo. De qualquer maneira, era possível ouvir bem todos os instrumentos. Quando chegamos ao local o Stauros estava no meio de sua apresentação – o Maestah foi a primeira banda da noite (e o vocalista dessa é o mesmo do Stauros, Celso de Freyn). O som do Stauros é um ‘Hard/Pop’, com algo de progressivo, que almeja ser acessível, mas não chega a lograr êxito nessa missão. A expectativa para ver o grupo sueco apenas aumentava.

Enfim chegava a hora do Narnia, que em sua formação tem o baterista Andreas “Habo” Johansson, que também toca no The Doomsday Kingdom, grupo do baixista do Candlemass, Leif Edling. A abertura veio com “Inner Sanctum”, do álbum Desert Land, seguida por “The Mission”, pérola do melhor disco dos caras, Long Live the King. Duas canções mais conhecidas no começo foi uma boa sacada, a tática deixou o público atento desde o começo. Aí então eles mesclaram algumas coisas do último play, como “Reaching for the Top”, “I Still Believe” e “Messengers” com outros sucessos. Deu certo.

Outro trunfo foi Liljegren, que chamava para si toda a responsabilidade, interagindo com o público, clamando palmas e agitando bastante. Sobre sua performance, o termo irrepreensível vem imediatamente à cabeça. O cara tem um timbre de rara beleza e extremamente melodioso, mas também soando agressivo quando necessário. Essas características casam perfeitamente com o som da banda, que em muito lembra os grandes momentos de Yngwie Malmsteen. Sim, o guitarrista Carl-Johan Grimmark é um virtuose, mas usa esse conhecimento a favor das composições. Ele se exibe apenas em momentos oportunos.

Por mais que as músicas novas sejam tão boas quanto as antigas, e que no geral o Narnia nunca tenha lançado nada ruim (o mais fraco é Course of a Generation, que foi providencialmente ignorado), os momentos de maior excitação do público aconteceram nas canções vindas do ‘masterpiece’ Long Live the King, de 1998. A saideira “Living Water” é um grande clássico, assim como a faixa-título, “Shelter Through the Pain” e “The Mission”, que tem em comum bons refrões e instrumental sólido.

O Narnia proporcionou uma noite histórica para seus fãs e agradou os que foram mais pela curiosidade. Eles poderiam apenas ter tocado mais umas três ou quatro músicas, como “The Lost Son” ou a fantástica “What You Give Is What You Get”. Outra que caberia muito bem no repertório seria “Set the World on Fire”. Foram 12 músicas em cerca de uma hora de apresentação. Pouco mas convincente. Que o Brasil se torne rota constante do Narnia daqui pra frente.

REPERTÓRIO
Inner Sanctum
The Mission
Reaching For The Top
Shelter Through The Pain
No More Shadows From The Past
The Light at the End of the Tunnel
I Still Believe
Messengers
Long Live The King
The Awakening
Into This Game
Living Water

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s