[Entrevista] Criolo sobre Espiral de Ilusão: “Os sentimentos me visitaram e aconteceu desse jeito”

um comentário

Criolo fará show único em Curitiba no dia 16 de julho, um domingo, para divulgar Espiral de Ilusão. O trabalho pode ter um formato que surpreendeu o público, mas para o artista, foi algo que se desenhou inconscientemente e acabou por realizar um sonho dele mesmo: gravar um disco de Samba. Nós trocamos uma ideia com Criolo, que nos falou sobre o álbum e sobre a força do Rap e do Hip Hop na luta contra paradigmas e preconceitos. Em outubro ele volta a Curitiba, porém com o show Ainda Há Tempo, referente ao álbum homônimo.

Vale frisar que o disco novo, assim como todos os outros, pode ser conferido gratuitamente no site do artista: www.criolo.net

por Clovis Roman e Kenia Cordeiro

Criolo sempre foi um artista de certo modo surpreendente, pois sempre trouxe outros elementos a sua música, como podemos ouvir nos discos Nó na Orelha e Convoque seu Buda. Você acha que em Espiral de Ilusão o elemento surpresa é sua unidade, o ele como um todo? Afinal, o disco ser todo voltado ao samba é algo que nem todos esperavam.
Realmente é algo que, pelo que eu percebi, ninguém esperava mesmo, mas foi uma coisa que aconteceu e tem sido algo muito especial tudo o que está vindo depois desse disco para o mundo, foi inesperado. E, sim, no “Nó Na Orelha” e no “Convoque Seu Buda” existe uma unidade, alguns caminhos que dão força para cada álbum, de certo modo.

E este álbum você vê como a satisfação de uma necessidade artística sua? Este caminho é algo específico para este disco ou o samba vai permear cada vez mais o seu ambiente musical?
Olha, não existe uma regra, a gente vai deixando acontecer. Foi realmente especial esse momento de fazer um álbum só de samba, em homenagem ao samba, mas não existe uma regra do que vai ser o próximo trampo, os próximos álbuns… A gente deixa mais as coisas fluírem naturalmente, as coisas irem acontecendo e conforme essa energia vai se criando, vai dando vida a outras possibilidades.

Criolo, você vai se apresentar no Teatro Guaíra, um local que historicamente não costumava receber eventos com artistas de Rap. Quando você tocou ali pela primeira vez, em 2015, foi algo bastante comentado, e a casa lotou. A sua apresentação ali, e agora novamente, representa uma quebra de estigmas, por trazer a comunidade para um espaço que até então era elitizado?
Eu acho que a força da música, a força da união das pessoas para as coisas acontecerem vai quebrando todos os paradigmas, abrindo portas, criando novas situações, trazendo outros ambientes e a força da juventude é que faz toda a diferença nessa hora. Os jovens vêm e dão o recado e essas coisas acabam acontecendo, a força do rap e do hip hop no nosso país é algo tão positivo, tão grande, e naturalmente toda e qualquer barreira pré estabelecida será quebrada, todo e qualquer preconceito, eu acredito que muito por falta de conhecimento do quanto é positivo o hip hop em nossas vidas e essa força boa também vai quebrando os preconceitos e as coisas vão acontecendo.

Nessa atual turnê você está apresentando Espiral de Ilusão na íntegra, além de mais alguns materiais voltados ao samba. Do seu repertório antigo apenas um par de canções aparecem. Isto sugere uma busca por um novo público ou você quer mesmo é introduzir seus fãs ao samba?
É porque queremos celebrar o álbum, é o lançamento dele na cidade. Vamos cantar também sambas de outras fases, de outras épocas, mas é mais um lance de celebração, convidar todo mundo pra estar com a gente.

Você assina sozinho oito das dez música do disco. Esse material foi composto especialmente para o álbum ou são composições que você fez no decorrer dos anos e reuniu agora em Espiral de Ilusão?
Essas músicas vêm de um tanto de outras músicas também, de momentos antigos, de coisas de agora, vividas agora, mas não é que foi algo pensado como “vou ali fazer um disco”. Simplesmente me permiti viver esse momento de criação e, em outubro do ano passado vivi um momento muito forte de composição, de sentimentos, e tudo veio em formato de samba. Eu não parei e falei “vou fazer agora um disco de samba”. Eu sempre tive esse sonho, mas o modo em que ele nasceu não foi assim, foi depois de perceber o tanto de composições, de sentimentos, e perceber uma energia nisso tudo pra dividir com as pessoas que estão próximas de mim e pensar num registro fonográfico. Os sentimentos me visitaram e aconteceu desse jeito.

Há algumas músicas que ainda não ganharam registro oficial como “Casa de Mãe”, “Quatro da Manhã”, “Vai Ser Assim” e “Olhos de Safira”. Você pensa em registrá-las em estúdio em algum momento?
Eu não sei como vai ser com essas músicas, mas sei que a “Vai Ser Assim” ela faz parte do último álbum agora lançado, do selo instituto. É um álbum maravilhoso, tem muita gente especial participando, e ela já está nesse registro lindo.

Existem planos para registrar esta turnê em DVD?
Ainda não paramos pra pensar nisso, é tudo muito recente. Fizemos o primeiro show de lançamento dia 27 de maio, é tudo muito novo, eu estou vivendo isso, tentando entender tudo. Ainda não pensamos.

Como um fã de música, qual artista ou banda você acharia legal ouvir regravando alguma de suas músicas?
Acho que eu tenho que viver mais música, viver mais histórias pra receber esse presente com naturalidade e as pessoas irem regravando alguma música minha. Mas já tive alguns momentos felizes já.

SERVIÇO
Criolo apresenta Espiral de Ilusão em Curitiba
Local: Teatro Guaíra
Data: 16 de julho de 2017
Ingressos: a partir de R$ 40
Venda online: http://www.diskingressos.com.br/evento/5972
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/306114653165457

foto: Clovis Roman

1 comentário em “[Entrevista] Criolo sobre Espiral de Ilusão: “Os sentimentos me visitaram e aconteceu desse jeito””

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s