[Cobertura] Dee Snider declara seu amor ao Metal em show histórico na Opera de Arame

Nenhum comentário

Dee Snider
Opera de Arame
Curitiba/PR
21 de março de 2019

por Clovis Roman e Pat Araujo
fotos por Vinícius Grosbelli

Na última quinta-feira (21), subiu ao palco da Ópera de Arame uma das figuras mais importantes da história do rock: Dee Snider. O ex-vocalista da banda Twisted Sister veio a Curitiba com a turnê do seu álbum mais recente, For The Love of Metal, e mostrou que está em plena forma, aos 64 anos. Sua boa disposição e voz potente permitiram que o público apreciasse um show memorável.

THE SECRET SOCIETY
Quem abriu a noite foi a The Secret Society, banda nova mas que conta com músicos veteranos. Guiados pela presença marcante do baixista e vocalista Guto Diaz (ex-Primal), o trio apresentou canções já conhecidas com “Rites of Fire”, “Fields of Grass” e a agonizante (no bom sentido) “Architecture of Melancholy” (que encerrou o show), junto a canções novas como “Rubicon” e “Mephistofaustian Transluciferation”.

O som da banda, a princípio, poderia soar um tanto deslocado, por ir para o lado mais do Rock gótico, mas a apresentação coesa certamente angariou novos admiradores. Ouvi comentários em conversas alheias sobre o set da banda e todos foram elogiosos. Alguns de maneira bastante efusiva. Vale frisar que a The Secret Society também abriu o show de Dee Snider em São Paulo, recebendo muitas críticas elogiosas da imprensa local. Merecido.

REPERTÓRIO – THE SECRET SOCIETY
Beyond The Gates
Fields Of Glass
Mephistofaustian Transluciferation
The Final Cut
Rites Of Fire
Rubicon
The Architecture Of Melancholy

Devilsin (foto: Vinicius Grosbelli)

DEVILSIN
O Devilsin veio na sequência, com seu Metal rude, com estruturas simples e bons refrões. A presença de Kevan, como sempre, foi ótima, e a banda que o acompanha – que conta com o filho de vocalista, Ian Axel Gillies nas guitarras e Renato Tadeu, músico conhecido na cena local, nas quatro cordas – atualmente está em ótima sintonia. O grupo já teve diversas mudanças de formação, mas não perdeu nada de sua identidade. Na verdade, cada mudança implicou em um passo a frente. Em “Evil Rises”, cinco zumbis subiram ao palco dando um toque cênico à apresentação. Vale frisar que os refrões simples e de fácil memorização se destacam, pois grudam rapidamente na cabeça. Tanto que quase ouvi eles cantando “White Line Madness”, que infelizmente ficou de fora devido ao curto tempo.

REPERTÓRIO DEVILSIN
Suicide Machine
Take me to Hell
Creatures of the Night
Screaming
No More Heroes
Monster in Me
Demons Never Die
Evil Rises

The Secret Society (foto: Vinicius Grosbelli)

DEE SNIDER
Quem já assistiu Dee Snider ao vivo, seja solo ou com sua antiga banda, o Twisted Sister, sabe que o cara chama pra si todas as atenções. Ele é tipo o valentão que intima 10 para a briga, e ganha. Paralelo traçado, já que afinal de contas, não houve violência de espécie alguma no recinto, basta dizer que Dee entrou com o jogo já ganho, mas mesmo assim exibiu uma performance histórica.

Além de apresentar músicas do seu novo álbum solo, também cantou alguns sucessos do Twisted Sister, que certamente não poderiam faltar. Iniciou-se o repertório com “Lies Are a Business” – cujo videoclipe foi recém lançado – e seguiu com “Tomorrow’s no Concern”, ambas do novo trabalho. Logo após veio uma das velhas amadas, “You Can’t Stop Rock ‘n’ Roll”, bruta e certeira. Do setlist que postamos aqui no site há alguns dias, de um show feito no Peru, apenas uma mudança. No lugar da regular “I Am The Hurricane”, veio “Roll Over You”, um som mais efetivo. Ambas são do último álbum do cara; boa substituição. Na clássica “The Price”, houve uma homenagem à AJ Pero, com Dee pedindo para apagar as luzes da casa e que todos ligassem as lanternas de seus celulares.

Da sua época de Widowmaker, “Ready to Fall”, também fez parte da apresentação. A canção, vinda diretamente dos anos 90, emocionou os poucos que a conheciam. O público em geral, reagiu bem ao som da banda que Dee teve após o fim do Twisted Sister no final dos anos 80. A épica “We’re Not Gonna Take It” foi apresentada numa versão estendida, com direito a plateia cantando o refrão a capella, com a regência de um empolgado Dee Snider, que parecia sinceramente satisfeito com a reação do público não só nesse momento, mas em todo o set.

Dee Snider (foto: Vinicius Grosbelli)

Outra que teve sua duração aumentada – e bastante – foi “I Wanna Rock”, onde novamente fãs e artista cantaram juntos o icônico refrão. A alegria de Dee ao constatar que o normalmente frio público curitibano estava cantando mais alto que a própria banda, rendeu um honesto “Holy Fuck!”. “Become the Storm” foi anunciada com um discurso forte de Dee contra a prática do bullying: “I Hate Bullies”, disse, antes de soltar alguns palavrões e frases contundentes sobre o tema. A música em si, uma das melhores do último álbum, foi um grande destaque da apresentação.

Próximo ao final, Dee pergunta se a galera queria mais uma. A resposta positiva precedeu a faixa título do seu mais recente disco solo, “For the Love of Metal”, antes de um belo tributo ao AC/DC com “Highway to Hell” (que, entretanto, poderia ter dado espaço à “I Am (I’m Me)”, “The Kids Are Back”, “S.M.F.” ou até mesmo “Tear It Loose”). Além de ser uma pessoa com personalidade forte e um performer único, Dee se mostrou bastante bem humorado: em sua camiseta, uma regata com pegada Black Metal, havia uma estampa com a famosa foto da Britney Spears raspando a cabeça. Segundo postagem dele nas redes sociais: “Da época que a Britney era Metal”.

REPERTÓRIO – DEE SNIDER
Lies Are a Business
Tomorrow’s No Concern
You Can’t Stop Rock ‘n’ Roll [Twisted Sister]
American Made
Burn in Hell [Twisted Sister]
Roll Over You
We’re Not Gonna Take It [Twisted Sister]
Ready to Fall
The Price [Twisted Sister]
Become the Storm
Under the Blade [Twisted Sister]
I Wanna Rock [Twisted Sister]

For the Love of Metal
Highway to Hell [AC/DC]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s