Facing Death apresenta clima monocromático com videoclipe de “Efeito Imoral”

Nenhum comentário

[Press-release]

Dando sequência ao lançamento do álbum “7 Vidas”, a banda Facing Death vem com um visual obscuro para retratar o lançamento do videoclipe de “Efeito Imoral”, segunda peça audiovisual que faz das ações de lançamento do full lenght. Confira:

Abordando a polarização política e social corrente no país, o Facing Death, deixa claro para que lado do muro caem aqueles que estão em cima do mesmo, afirmando a sua posição e dando um tapa na cara de quem ainda não entendeu o que se passa no país. Gravado e produzido pela Torres Comunicação, produtora que vem trabalhando junto a banda desde 2019, aqui temos uma obra audiovisual monocromática para dar o tom dos tempos escuros que vivemos, com influências cenográficas e de edição do clássico do cinema “Assassinos por Natureza” (1994, Oliver Stone).


Com seis anos de existência, um álbum de estúdio, um álbum ao vivo, um single inédito, quatro vídeos clipes oficiais, e depois de dezenas de shows e participações em festivais, televisão e rádios, o trio de Jundiaí-SP acaba de lançar o seu mais novo trabalho, o seu segundo álbum de estúdio intitulado 7Vidas. Com 10 canções inéditas e totalmente em português, a banda inicia uma nova fase sonora com esse trabalho. Diferente de seu antecessor “From Here to the Unknown” (2017), que apresentava um som mais lento com mais nuances de metal em meio ao punk, dessa vez a sonoridade alcançada está mais conectada com um rock mais sarcástico e cínico, com guitarras mais abertas e baixo & bateria firmes, como um verdadeiro trio barulhento e coeso. “Dessa vez nós buscamos um instrumental mais aberto, que soasse mais alto e limpo, para que a voz entrasse firme no meio disso tudo e proporcionasse um entendimento muito claro das letras e melodias” destaca Flávio Almeida, guitarra e vocal.

O disco 7Vidas aborda temas políticos, pessoais e mais do que isso, se conecta a todo o trabalho já realizado pela banda, sendo nas letras quanto na parte artística. O primeiro “From Here to the Unknown” (2017) é conceitual e as histórias são conectadas entre si, sequencialmente, fazendo um paralelo entre a vida pessoal de cada integrante com os problemas sociais vivenciados pelos mesmos, girando em torno de uma uma história de vida que começa a ser contada quando se está no fundo do poço, evoluindo para uma volta por cima através da música. Isso se concretiza em “Dinheiro”(2019), onde a banda começou a preparar o terreno para o que viria depois dessa virada de vida, que se conecta ao 7Vidas, onde a vibe por aqui é de ser intenso mas com os pés no chão, lembrando sempre que a vida pode ser apenas hoje e é preciso o mínimo de entendimento sobre como vivê-la bem. “O nome 7Vidas faz um paradoxo com as vidas de um gato, que supostamente vive sete, sendo essa a nossa última chance” nas palavras de Diego Biff, batera.
Confira “7Vidas”: https://spoti.fi/3hXJKPl

Foto: Divulgação/assessoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s