[Resenha] Deathgeist – Procession of Souls

Deathgeist – Procession of Souls
(Mutilation Production/Thrash or Death Records – nacional)

Por Clovis Roman

O álbum Procession of Souls é o terceiro do grupo paulista Deathgeist. O primeiro, autointitulado, recebi na época para fazer resenha, enquanto que o segundo não. Portanto, na minha percepção, havia um “gap” de alguns anos. Isto aumentou ainda mais meu espanto ao notar a evolução em relação ao debut para este novo trabalho. A formação que o gravou é composta por Maurício Bertoni (baixo), Victor Regep (guitarra), Adriano Perfetto (guitarra e vocal) e Fernando Oster (bateria).

“The Greed’s Inferno” salta aos ouvidos de imediato, desde a cautelosa introdução até os versos e melodias marcantes de guitarra. O vocal, mixado muito alto, às vezes soterra o brilhantismo instrumental, entretanto, a música se destaca mesmo assim. Esta sensação, entretanto, fica restrita apenas à primeira faixa. Veloz com partes mais cadenciadas nos versos, “Morlocks” traz o vocal (algo na linha Bobby “Blitz” Ellsworth, do Overkill, com Schirmer, do Destruction) mesclado ao instrumental de maneira mais homogênea, em um ótimo resultado. Os solos de guitarra aqui se sobressaem, em meio a uma composição excelente como um todo, dinâmica e empolgante.

O thrash metal vibrante do Deathgeist continua letal em “Living Dead Melody”, que em trechos chega a remeter ao Grave Digger em seus momentos mais geniais, tanto no instrumental quanto na interpretação vocal. Mesmo que soe sempre pungente, o som do grupo abre espaço volta e meia para partes mais melancólicas e/ou melódicas, dando um toque especial às canções e tornando, por consequência, a audição um deleite ainda maior.

Com riffs furiosos, a faixa-título “Procession of Souls” mantém o nível, e tem adendo de linhas atmosféricas de teclado, apenas para criar um clima. Excelente concepção e execução. Mantendo o padrão dos álbuns anteriores, o Deathgeist apresenta músicas na faixa dos quatro minutos de duração, portanto, algo que não encontramos aqui são repetições desnecessárias ou partes inseridas apenas para encher linguiça. Tudo aqui é coeso e veemente.

Ouça o álbum:

Virando para o simbólico lado B do álbum, o ouvinte já está imerso na proposta do Deathgeist, portanto, o que ouvimos nas derradeiras quatro faixas é uma continuação lógica das quatro antecessoras. Mesmo assim, após uma introdução singela, “Nightmare’s Chamber” não deixa de empolgar e nos fazer imaginar como ela funciona em cima do palco. Afortunados aqueles que tiveram a chance de conferir um show do grupo. Novamente os solos de guitarra são brilhantes.

Novamente adotando o recurso de mesclar partes mais lentas com muitas outras velozes, “Far From Reality” segue com força, abrindo espaço para as duas últimas composições. Primeiro, “Depressive Thoughts”, cujo título entrega claramente a tempática lírica, e “Fear”, cuja letra, de certa forma, soa como uma continuação da anterior. Ambas seguem as mesmas diretrizes musicais, o que as leva a encerrar o álbum com uma sensação de uniformidade e energia.

A evolução musical, por mais que os registros anteriores sejam de qualidade, ainda surpreende. Aqui as coisas são um pouco melhor trabalhadas, enfim, houve uma lapidação musical que de maneira alguma tirou o peso e a agressividade do som. O disco vem em caixa de acrílico com slipcase bastante bacana. A arte da capa poderia ser um pouco mais clara, pois a ilustração é sensacional. Detalhe, entretanto.

Músicas

  1. The Greed’s Inferno
  2. Morlocks
  3. Living Dead Melody
  4. Procession of Souls
  5. Nightmare’s Chamber
  6. Far from Reality
  7. Depressive Thoughts
  8. Fear

Mais informações:
https://www.facebook.com/deathgeist666
https://www.instagram.com/deathgeist666

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s