[Cobertura] Alice Cooper ainda é um cara muito legal

Nenhum comentário

Alice Cooper
Live Curitiba
Curitiba/PR
23 de setembro de 2017

por Clovis Roman e Kenia Cordeiro

Após 10 anos de sua estreia em palcos curitibanos, Alice Cooper retornou para a capital paranaense. Dessa vez, ele se apresentou na Live Curitiba, casa que ficou lotada para ver o mestre do ‘Rock Horror’. O repertório apresentado na cidade foi mais extenso que o do Rock in Rio, e as adições foram todas de canções mais antigas. O último álbum do artista, Paranormal, continuou tendo apenas uma representante: a excelente “Paranoiac Personality”, que fez bonito ao lado de uma enxurrada de clássicos do Rock and Roll. Do novo milênio, ainda tivemos a colossal “Brutal Planet”, que abriu o repertório cantada em uníssono pela galera, e “Woman of Mass Distraction” (de Dirty Diamonds, 2005).

E aliado ao fato de ter um catálogo extenso de sucessos, um show de Alice Cooper tem um apelo visual envolvente. É difícil assimilar tudo o que compõe o cenário e todas as apresentações cênicas, com atores e o próprio vocalista. A guilhotina que arranca a cabeça de Cooper em “I Love The Dead” é uma das coisas mais legais do show. O monstrengo feio em “Feed my Frankestein” é quase tão legal quanto; sua voz soturna cantando o refrão na parte final é impressionante.

O álbum Billion Dollar Babies cedeu três canções ao repertório: a faixa-título, onde Cooper distribuiu notas de dólar com sua cara estampada, “I Love the Dead”, onde ele perdeu a cabeça cenicamente falando e “No More Mr. Nice Guy”, outra que veio logo no começo e foi uma das mais aplaudidas. Também com três representantes apareceu o álbum Killer, com a canção homônima, “Halo of Flies” e “Under My Wheels”. Se a fase da Alice Cooper Band rendeu clássicos que até hoje são indispensáveis, a fase seguinte, que perdura até os dias atuais, também tem muita coisa de alto quilate, como “Lost in America” e sua letra hilária, “Poison” e a empolgante “The World Needs Guts”, que vinha ficando de fora dos últimos shows e surpreendeu positivamente.

A banda que acompanha o cantor é digna de aplausos. No baixo, Chuck Garric, que chegou a tocar com o Dio, na turnê do álbum Magica. Na bateria, Glen Sobel, que já gravou com uma tonelada de gente, incluindo Jeff Scott Soto e Hollywood Vampires, este ao lado do próprio Cooper. Nas guitarras, o trio Tommy Henriksen (Warlock/Doro/ Hollywood Vampires), Ryan Roxie (Gliby Clarke) e Nita Strauss; esta última roubou a cena com sua presença de palco marcante. Ela tocou anteriormente no The Iron Maidens, cuja alcunha é auto-explicativa.

O encerramento veio com a dobradinha “I’m Eighteen” (cadenciada e gloriosa em seu todo) e “School’s Out”, onde todos bradaram, com empolgação incomum: “School’s out for summer. School’s out forever. School’s been blown to pieces“. Tendo uma letra que pode se relacionar com esta, Alice Cooper e banda emendaram versos de “Another Brick in The Wall”, do Pink Floyd, no meio da canção. O final apoteótico se deu com o vocalista trajando uma camiseta da seleção brasileira de futebol, coordenando uma banda impecável, junto a uma chuva de confetes e bolhas, e de gigantes bolas coloridas com mais confetes dentro.

O visual cênico de um espetáculo de Alice Cooper pode remeter ao macabro, ao lúgubre. Mas o suposto clima tétrico no fim das contas proporciona momentos de felicidade extrema ao público. Não teve um único infeliz que tenha saído cabisbaixo da Live Curitiba. A reação empolgada da platéia não passou batida por Alice Cooper, que postou algumas fotos do show em seu Facebook, e também uma mensagem em que se lê: “Obrigado Curitiba! MELHOR PÚBLICO DO ANO. VOCÊS SABIAM TODAS AS LETRAS”. O público curitibano, muitas vezes frio e apático, dessa vez está de parabéns.

REPERTÓRIO
Brutal Planet
No More Mr. Nice Guy
Under My Wheels
Lost in America
Pain
Billion Dollar Babies
The World Needs Guts
Woman of Mass Distraction
Poison
Halo of Flies
Feed My Frankenstein
Cold Ethyl
Only Women Bleed
Paranoiac Personality
Ballad of Dwight Fry
Killer
I Love the Dead
I’m Eighteen

School’s Out

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s