Ankhy estreia com disco coeso e pesado; Prologue é o caminho de uma jornada promissora

Nenhum comentário

por Clovis Roman

A banda curitibana Ankhy recém lançou seu álbum de estréia, chamado Prologue. O trabalho foi produzido por Adair Daufembach (Project46 / Hangar) e traz onze composições autorais. O disco contém mais de uma hora de música – e mesmo assim, ao término da audição, a percepção temporal nos faz imaginar que poucos minutos se passaram, tamanha qualidade apresentada.

O trabalho passeia pelas diversas influências do Ankhy, que vão ao Death Metal Melódico, Power Metal, Metalcore até o Progressivo, mesclando vocais agressivos e limpos de maneira bem dosada. O peso é entremeado por melodias convincentes e refrões memoráveis, como mostra “Unleash the Serpents”, a colossal “War of the Gods” ou “All Men Must Die” (essa com letra inspirada no seriado Game of Thrones, e que conta com participação especial de Mizuho Lin, frontgirl da Semblant).

Outra faixa que salta aos ouvidos desde a primeira audição é “Helius (The City of Sunrise)”, oriunda do EP de estreia, lançado em 2012, aqui em uma versão bem mais vigorosa; o trampo do baixista Caio Vidal impressiona. Sua sequência, “Lunius (The City Of Shadows)”, chama atenção pelos vocais agressivos e solos de guitarra cheios de técnica e feeling – não há espaço para virtuose excessiva, pois o trampo das seis cordas é em prol da melodia.

O álbum conta com três músicas vindas do primeiro EP autointitulado (2001) – “Helius (The City of Sunrise)”, “You Make Your Maker” e “War of the Gods” – e outras oito faixas inéditas. Este registro mostra a maturidade de uma banda que já dividiu palco com grandes nomes do Metal mundial como Sonata Arctica e The Black Dahlia Murder. O disco se encerra com o épico “Prologue of the Last Dark Age”, que é ao mesmo tempo um epílogo do disco e um destemido passo a frente; aqui eles testam suas capacidades de construção musical, e se saem magistralmente bem. Como saideira, ela encerra Prologue em alto nível, e deixa o caminho aberto para o próximo capítulo discográfico do grupo. Este álbum é a prova que o Ankhy não é apenas um coadjuvante na cena da música pesada nacional.

O Ankhy é formado por:
☥ Matheus Motta: vocal
☥ Felp Bagatin: guitarra
☥ Olek Nowakowski : guitarra
☥ Caio Vidal: baixo
☥ Markos Franzmann: bateria

O álbum Prologue está disponível nas principais plataformas digitais para audição online e download pago.

Spotify: www.open.spotify.com/album/2xr1daQNoN4c9DTlTew9OG
Deezer: www.deezer.com/br/album/46543462
CD Baby: https://store.cdbaby.com/cd/ankhy1
Amazon: www.amazon.com/Prologue-Explicit-Ankhy/dp/B0757K2R4F

Contatos
Facebook: www.facebook.com/pg/AnkhyMetal
YouTube: www.youtube.com/user/AnkhyOfficial/videos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s