[Cobertura] Rouge lota show em Curitiba repleto de sucessos

Nenhum comentário

Rouge
Live Curitiba
Curitiba/PR
9 de março de 2018

por Patrícia Araújo
fotos por Arianne Cordeiro

No dia 09/03, na Live Curitiba, foi possível voltar no tempo com o show “Rouge – 15 anos”. Quem acompanhou a carreira desse grupo desde o comecinho sabe o quão emocionante foi poder ver o seu retorno do Rouge aos palcos. Antes do momento mais esperado dois DJs fizeram o aquecimento, um deles deixou o público mais do que animado com suas performances.

Rouge (foto: Arianne Cordeiro)

A apresentação do Rouge começou com atraso, mas valeu a pena esperar. Nos telões, ao fundo do palco, iniciou-se um vídeo em que as cantoras aparecem falando sobre diversidade e divulgando o surgimento da “nova era Rouge”. Quando o vídeo se encerra, parte dos telões se abre para que elas entrem no palco. Surgem vestindo roupas douradas e cantam a música “Blá Blá Blá”. Enquanto isso, Karin Hils tem um imprevisto com o figurino e Luciana Andrade borra o batom com o microfone, mas diva que é diva não se abala com pouca coisa. Quase no fim da canção, Fantine Thó larga o microfone e pega a guitarra. O show segue com a canção “Bailando” (o novo single).

No início da apresentação de “Quero Estar Com Você” Karin canta fora do palco enquanto resolve o problema com a roupa. Os bailarinos entram no palco e elas começam a cantar “Fantasma”. Durante “Beijo Molhado” os telões exibem cenas de pessoas de diferentes raças, sexos e idades se beijando.

Rouge (foto: Arianne Cordeiro)

Depois de algumas músicas, elas saem do palco e voltam trajando bodies vermelhos, os mesmos do clipe do hit “Bailando”, e, logo em seguida, cantam “Vem Habib (Wala Wala)” incluindo trechos de “Baby Boy” de Beyoncé. Outros mashups foram “Vem Dançar” (versão com batida de funk carioca) com “Wanna Be Startin’ Somethin’” de Michael Jackson e “Popstar” com “Uptown Funk” de Mark Ronson. O grupo fechou com chave de ouro com o sucesso “Ragatanga”.

Aline Wirley, Fantine Thó, Karin Hils, Li Martins e Luciana Andrade continuam com a mesma potência vocal, sintonia, graciosidade, carisma e disposição de 15 anos atrás. Nesse show fizeram o público pular, gritar e aplaudir muito, pois entregaram mais do que era esperado. Tudo indica que a “nova era Rouge” será ‘babadeira’ e ‘fechativa’.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s