[Cobertura] Frejat conclui mais uma etapa da sua transformação em Curitiba

Nenhum comentário

Frejat
Tork N’Roll
Curitiba/PR
15 de fevereiro de 2020

Por Rico Boschi
Fotos por Alyne Samila

No palco, nada se perde, muito se cria e tudo se transforma! E foi com esse pensamento entrelaçado às cordas da guitarra que Roberto Frejat, ídolo de uma geração do rock nacional oitentista, se reencontrou com o público curitibano no Tork n Roll no último sábado (15).

A apresentação, que fez parte da turnê “Tudo se Transforma”, iniciada em 2017 juntamente com o lançamento do single de mesmo nome, marcou também o aniversário do primeiro ano da casa, reduto de motoqueiros e apreciadores da boa música.

Nesse clima, Frejat – acompanhado pelo guitarrista Billy Brandão, pelo baterista Marcelinho da Costa e pelo baixista Bruno Migliari – presenteou o público com um setlist recheado de sucessos – muitos deles frutos dos 36 anos de parceria com o Barão Vermelho – e algumas surpresas bastante interessantes. Abriu os trabalhos com “Puro Êxtase” seguida de perto por “Pense e Dance”, todas com algumas transformações que caracterizam a nova fase.

Nenhuma dessas transformações, porém, é mais significativa do que em “Ideologia”. Na canção, composta em parceria com Cazuza, o artista opta por substituir sutilmente “Meus heróis morreram de overdose” por “seus heróis morreram de overdose”, como uma forma de tornar a canção mais condizente com seus próprios princípios, como já havia declarado em entrevista anteriormente.

O mesmo público atento pôde conferir ainda um cover de Tim Maia que elevou os aplausos a um novo patamar, e de lá não saíram até o fim da apresentação. “Tudo Se Transforma” música que dá nome à turnê também foi muito bem-recebida em toda sua melodia suave e letra reflexiva.

Algumas canções marcantes da carreira mereceram dois dedos de prosa com o público. Foi o caso de “Malandragem”, composta originalmente para a voz de Angela Rô Rô mas que estourou com a interpretação inconfundível de Cássia Eller, cantora com quem Frejat chegou a gravar um dueto.

Além desse e outros medalhões como “Bete Balanço”, “Por Você” e “Codinome Beija-Flor”, o show contou com um medley de canções do rei do rock (brasileiro) Raul Seixas, entre elas: “Tente Outra Vez”, “Só Pra Variar” e ainda outra.

Fechado o baú do Raul, os fãs se despediram ao som de “Pro Dia Nascer Feliz” e com a promessa de que o material inédito do artista está previsto para março desse ano. Quem sabe aí a transformação já esteja completa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s