A Falange: videoclipe de “Levante” com letra de cunho pessoal/social

Nenhum comentário

[press-release]

O grupo A Falange está lançando o primeiro clipe do recém lançado álbum Pericardium. A faixa “Levante” reflete bem a atmosfera do álbum ao apresentar instrumentais com muito peso e vocais que mesclam agressividade e vocais limpos melódicos.

A letra, composta pelo vocalista Alexandre Aquino, fala das constantes reinvenções pela qual o indivíduo passa ao evoluir, tentando melhorar com suas “próprias revoluções” e assim tentando transformar o mundo ao seu redor. Dirigido e editado por André Leão, o vídeo ainda conta com a atuação da atriz Deusa Sofia e o ator Caio Tibério.

A banda acaba de retornar de um hiato, com um dos discos mais cotados do metal progressivo brasileiro de 2020.  Com suas atividades iniciadas em 1999, a banda cultivou um intenso repertório sempre focado em músicas autorais. Alexandre Aquino e Thomaz Jedson, os fundadores do projeto, tinham fortes raízes fincadas no pós grunge e com a entrada de Marcos Santana e Manoel Renato, a banda tomou cada vez mais o rumo de um metal agressivo/ progressivo, com ênfase em contratempos e estruturas complexas tomando referências do groove, death metal como também do math rock.

A banda encerrou suas atividades em 2013 e o hiato durou até o fim de 2018, quando resolveram voltar a ensaiar e trazer para os palcos um apanhado de todo o repertório registrado durante esses anos.

Com influências de muito peso e melodias acessíveis com passagens que variam entre o groove metal, stoner e prog, as novas faixas apresentam uma pegada mais pesada com foco no metal progressivo. O disco trata de política mas quer lembrar do amor que está acima de tudo, e dele partirá a orientação para um caminho de prosperidade que trilhamos juntos.

O álbum Pericardium trata de política, mas lembra ao ouvinte do amor que está acima de tudo e dele partirá a orientação para um caminho de prosperidade que trilhamos juntos. O novo material passa pelos temas de culto à personalidade, a importância da voz do indivíduo, a pobreza do debate entre extremistas, o poder de controle sobre as massas que se digladiam, enxergar no próximo um companheiro de luta e por fim o valor da arte como instrumento de aproximação entre as pessoas.

Ouça o disco: https://spoti.fi/33AIb32

Foto: Assessoria/Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s