[Entrevista] John Lawton fala sobre novo disco do Lucifer’s Friend, e relembra seus anos de Uriah Heep

Nenhum comentário

Dono de uma das vozes mais marcantes do Rock and Roll, John Lawton ainda mostra um fôlego invejável. Sua performance em Too Late to Hate, último disco do Lucifer’s Friends (2016), comprova. O cantor também marcou época na segunda metade dos anos 1970, quando integrou o Uriah Heep. Com o grupo, registrou três álbuns de estúdio e deixou um quarto registro incompleto, lançado posteriormente como bootleg.

Conversamos com Lawton sobre seus últimos trabalhos com o Lucifer’s Friend (banda com 47 anos de existência) e também relembramos seus tempos de Heep. A versão em inglês está no final da página.

por Clovis Roman
tradução: Kenia Cordeiro

Eu vi que a banda está tocando três canções do atual disco, Too Late to Hate. “Straight For The Heart” estará no setlist em um futuro próximo? Essa é uma das minhas favoritas do álbum.
John Lawton: Oi, Clovis. Sim, ela se tornou a música favorita de vários fãs. O problema é que nós adoraríamos tocar mais do “Too Late To Hate”, mas devido ao fato de termos ficado longe dos shows ao vivo por tanto tempo, a maioria do público quer ouvir mais do material antigo, o que é compreensível. Infelizmente não é possível agradar a todos.

Nos últimos anos a banda tocou pela Europa e fez uma tour pelo Japão. Agora com um novo álbum, vocês estão agendando concertos em outros territórios?
Lawton: Nós estamos tentando organizar shows fora da Europa, é claro. Nós iremos tocar na Polônia pela primeira vez esse ano, e adoraríamos tocar na América do Sul, especialmente no Brasil. Há conversas, mas nada 100% ainda. Vamos esperar e ver. Nós também tocaremos em mais festivais na Alemanha em 2017.

Depois de quase 25 anos, o Lucifer’s Friend lançou uma compilação com canções inéditas, um registro ao vivo e um novo álbum de estúdio – três lançamentos em apenas um ano! Há planos para um próximo disco de estúdio ou ainda é muito cedo para pensar nisto?
Lawton: Atualmente nós estamos trabalhando em um novo álbum. Os vocais estão gravados e pretendemos mixar no outono. Ainda não temos uma data de lançamentos, mas teremos algumas surpresinhas.

Sweden Rock 2015 foi o primeiro álbum ao vivo do Lucifer’s Friend. Mas a banda ainda não tem um DVD ao vivo. Há planos nesse sentido?
Lawton: A situação é… o Sweden Rock foi filmado para um DVD, mas a equipe de filmagem cometeu tantos erros quando eles filmaram que nós simplesmente não conseguimos utilizar o material, o que é uma pena. O Rock of Ages Festival [na Alemanha], que nós tocamos no ano passado, foi filmado, mas ainda não tivemos tempo de olhar… mas vamos! Essas coisas devem ser feitas da maneira certa e envolvem muita edição, o que acaba tomando muito tempo.

Lucifer’s Friend (2015)

Você foi convidado a cantar no Uriah Heep algumas vezes pelos anos e chegou a substituir Bernie Shawn quando ele ficou doente: em 1995 na África do Sul and 2013 em algumas datas na Europa. Como é fazer parte dessa família? Vocês nunca pensaram em gravar algo juntos em estúdio novamente?
Lawton: Eu sempre digo “uma vez que você se juntou ao Uriah Heep, você nunca mais pode sair”. A banda é uma família e nós realmente seguimos isso. Eu cobri o Bernie algumas vezes e foi divertido, mas ele é o vocalista da banda e já se passou algum tempo. Houveram conversas sobre isso [gravar algo em estúdio], mas os caras [da banda] têm muito a fazer e eu também. É difícil conciliar o tempo.

Você conhecia o trabalho do Uriah Heep antes de entrar na banda? Você chegou a conhecer David Byron?
Lawton: Não. Na verdade, quando eles me pediram para ir ao Reino Unido para fazer uma audição, eu tive que sair e comprar o “The Best of” para conhecer as músicas. Não conheci o David. Nos cruzamos nos bastidores em um show em Londres, e meio que sorrimos um para o outro, mas nunca conversamos. Eu tenho um grande respeito por David, ele era um bom cantor e fez parte da criação do Uriah Heep.

Uriah Heep (1976)

Podemos esperar apresentações solo suas ainda em 2017?
Lawton: Eu vou fazer alguns shows solo, mas principalmente na Europa Oriental, parece que há um mercado maior para mim lá. Eu visitei a Europa Oriental com Graham Bonnet (ex-Rainbow e ex-Alcatrazz), Dan Mcafferty (ex-Nazareht) e a Orquestra Sinfônica há alguns anos, o que foi divertido. Mas eu trabalho muito na Bulgária, onde filmo e dirijo documentários de viagem para a TV búlgara, além dos concertos que eu faço.

Você tocou no Brasil apenas uma vez, em 2009. Naquele show você cantou um monte de clássicos do Uriah Heep. Há algum tipo de plano para retornar ao nosso país?
Lawton: Oh, eu adoraria voltar ao Brasil, especialmente com Lucifer’s Friend. Cantar com o público brasileiro foi incrível e sim, eu faria de novo se eu fosse convidado.

Qual banda ou artista você acha que faria uma boa versão de alguma das músicas do Lucifer’s Friend?
Lawton: Muitas bandas fizeram versões de músicas de Lucifer’s Friend, eu vejo no Youtube.
Metallica seria bom e talvez Muse (eu amo essa banda). Espero que tenha gostado, Clovis, muito obrigado e se cuide.

fotos
Lucifer’s Friend: reprodução outsiderrock
Uriah Heep: reprodução uriah-heep.com
John Lawton: reprodução John Lawton Music

Agradecimentos especiais para Thiago Rahal Mauro, Paulo Lessa e Guto Diaz.

++++

Inglês

I’ve seen that the band is playing three songs of the new record. May be “Straight For the Heart” in the setlist in a near future? It is one of my favorites from “Too Late to Hate”.
Lawton: Hi Clovis… Yeah, it’s become a lot of fans favourite track. The problem is we would love to play more from “Too Late To Hate” but because we have been away from live gigs for so long, majority of the audience want to hear the early material, which is understandable… but you can’t please everybody unfortunately.

The band played a gig in Japan and some shows in Europe in the last years. With this brand new album, the band are scheduling concerts in other territories?
Lawton: We are trying to arrange concerts outside of Europe of course. We will play Poland for the first time this year and we would love to come to South America, especially Brasil. There was some discussion but nothing 100% yet. Let’s wait and see. We also have more festivals in Germany in 2017.

After almost 25 years, Lucifer’s Friend released a compilation with new tracks, a live album and a brand new studio record (3 releases in just one year). There are plans for an upcoming album or is just too soon to think about it?
Lawton: Actually, we are working on a new album right now. Vocals are done and we are looking to mix the album in Autumn. No release date yet, but there are a few surprises.

Sweden Rock 2015 was the first live album from Lucifer’s Friend. But the band still do not have a live DVD. There are plans about it?
Lawton: The situation is… Sweden Rock was filmed for a DVD, but the camera crew made so many mistakes when they filmed, that we just could not use it, which is a great pity. The Rock Of Ages festival that we played last year was filmed, but have not had the time to look at it… but we will. These things have to be right and involves a lot of editing which is very time consuming.

You were invited to sing with Uriah Heep a couple of times and also replaced Bernie in 1995 (Africa) and 2003 (some european dates). How it was to be a part of this family? You guys never thought about record something in the studio?
Lawton: I have always said “once you join Uriah Heep, you can never leave”. The band is a family and we really do get on. I have stood in for Bernie a couple of times and it was fun, but he is the singer in the band and has been for quite some time. There was some talk about it, but the guys have so much to do and I aswell, its difficult to find the time…

You knew the Uriah Heep work before you joined the band? Did you ever meet David Byron?
Lawton: No, not really. When they asked me to come over to the UK to audition for them, I had to go out and buy the “Best Of Album” to get to know the songs. No, I never met David, we did pass each other backstage at a London gig and just kinda smiled at each other, but never talked. I have great respect for David, he was a good singer and very much a part of the Uriah Heep creation.

Can we expect some solo shows still in 2017?
Lawton: I do some solo shows, but mostly in Eastern Europe, there seems to be a bigger market for me over there. I toured Eastern Europe with Graham Bonnet / Dan Mcafferty and Symphony Orchestra a couple of years ago which was fun, but I work a lot in Bulgaria where I film and direct travel documentary’s for Bulgarian TV… plus the concerts I do.

You played in Brazil only once, back in 2009. At that show you sung a lot of Heep’s classics. There are any kind of plans to return to our country?
Lawton: Oh I would love to come back to Brasil especially with Lucifers Friend. Singing with the Brasilian guys was great and yes I would do it again if I was asked…

Which band or artist do you think would make a good cover of some of Lucifer’s Friend songs?
Lawton: Quite a few bands have covered LF [Lucifer’s Friend] songs, I see them on Youtube… Metallica would be good and maybe Muse (I love this band)… Hope this is okay, Clovis. Take care, many regards.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s